De onde vêm os macaroons?

Parisiense, o macaroon?

Este pequeno bolo de amêndoa teria nascido no século 13 na Itália. Na França, aparece na Idade Média, entre os monges de Cormery ou Saint-Émilion, antes de viver seu apogeu na corte do rei Henrique II (apresentado pela italiana Catarina de Médicis).

Também teria sido servido uma década depois, no banquete de casamento de Luís XIV.

Na época, o macaroon ainda era apenas um biscoito redondo simples. Desde então, muitas cidades e vilas francesas fizeram do macaroon sua especialidade e cada um tem seu fascínio específico: o de Amiens é espesso e arenoso, o de Nancy é rachado e leve, o de Cormery com buracos, o de Joyeuse sutilmente caramelizado. .

No início do século 20, nasceu o “macaroon parisiense”: o chef pasteleiro Ladurée imaginou um macaroon mais doce e perfumado, enriquecido com geleia ou creme de manteiga, e colorido.

Essa nova receita ainda é um fenômeno global hoje.